Homem joga namorada nos trilhos do metrô após crise de ciúme

Ao ver a mulher conversando com um homem, Henriques teve uma crise de ciúmes.

Uma mulher foi esfaqueada e depois jogada nos trilhos do metrô pelo próprio namorado na noite desta quarta-feira no Rio de Janeiro. Segundo a polícia, Raul Henriques Nogueira, 33 anos, teve uma crise de ciúmes após desconfiar que era traído pela namorada, a empregada doméstica Maria Gomes da Silva, 39 anos.

Segundo depoimento do próprio acusado, tudo começou na manhã de ontem, quando ele saiu de casa com uma faca e passou a seguir os passos da companheira. Ao ver a mulher conversando com um homem, Henriques teve uma crise de ciúmes e passou a ligar várias vezes para ela, que não atendeu. Mais tarde, a mulher acabou retornando as ligações e combinou um encontro com o namorado na estação Glória do metrô.

Chegando ao local, o casal passou a discutir acaloradamente, segundo as testemunhas. Na escadaria da estação, Henriques acabou desferindo um golpe de faca na altura da clavícula da namorada. Em seguida, ele pegou a mulher, já ferida, e a lançou nos trilhos do metrô, se jogando em seguida.

De acordo com as investigações, os dois só não morreram porque os seguranças perceberam a confusão e pediram para que a corrente elétrica fosse desligada, impedindo a locomoção dos trens. Resgatada, a mulher foi encaminhada ao Hospital Souza Aguiar e não corre risco de vida. Já Henriques foi preso e autuado por tentativa de homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil.

Segundo a polícia, ao ser detido o homem demonstrou arrependimento por desconfiar da namorada, segundo ele, sem motivos.

Fonte: Terra