Homem ligado ao sindicato dos bancários do PI é preso

Um policial rodoviário federal se propôs a testemunhar contra o acusado

Um homem identificado por Edson Ferreira Martins residente em Teresina ligado a Cut através do Sindicato dos Bancários do Piauí foi detido pela Policia Militar (CIPTUR) de Luis Correia (PI) por que estava dirigindo em local proibido, alcoolizado e com habilitação vencida. Além disso, ele desacatou os policias que efetuaram sua prisão na tarde deste sábado (05).

Segundo testemunhas o homem andava nu na beira do mar da praia de Atalaia em Luís Correia, mas precisamente em frente ao bar Carlitos onde muitas pessoas estavam presentes, inclusive crianças. De acordo com informações da policia, colhidas através de quem presenciou o ocorrido, Edson Ferreira efetuava direção perigosa em um carro modelo Punto com placa da cidade de Rio Grande do Piauí colocando várias vidas em risco.

Entre as denúncias estão as de que o acusado dirigia fazendo cavalo de pau, andava em duas rodas quase virando o seu carro, tudo isso em local proibido e próximo de várias crianças. Policiais foram acionados por populares para deter o acusado que desacatou as autoridades policias chamando um dos saldados de merda em meio aos outros policias da guarnição comandada pelo Tenente F. Leite que também foram ofendidos com palavras de baixo calão.

Uma gravação mostra o momento do desacato e também a voz do acusado admitindo ter ingerido grande quantidade de bebida alcoólica. Os policias militares conduziram o Edson Ferreira até a delegacia da Policia Rodoviária Federal para realização do teste do bafômetro, onde o mesmo se recusou a fazer, admitindo em meio aos policias que sabia que estava sob efeito alcoólico e que não era preciso o teste. consultando sua carteira de habilitação foi constatado que a mesma estava atrasada desde 21/12/2012.

Em seguida o acusado foi levado de volta até a central de flagrantes onde ficou detido em uma das celas aguardando um parecer da policia judiciária. Um policial rodoviário federal se propôs a testemunhar contra o acusado, ele presenciou o fato estando de férias com sua família no local do ocorrido.









Fonte: BHAZ