Homem mantém vigia refém por quase duas horas em condomínio

Segundo informações, Gomes está em estado gravíssimo. Inicialmente, a polícia chegou a divulgar que o homem havia morrido

O auxiliar de serviços gerais Ronislei Vitor Gomes, 33 anos, manteve uma pessoa refém por quase duas horas na manhã desta sexta-feira no condomínio onde trabalhava no Setor Negrão de Lima, em Goiânia (GO). O cárcere privado terminou com a tentativa de suicídio do faxineiro, que disparou contra si um tiro no rosto, e foi levado pela Polícia Militar para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo).

Segundo informações, Gomes está em estado gravíssimo. Inicialmente, a polícia chegou a divulgar que o homem havia morrido e que duas pessoas eram feitas reféns, mas as informações foram corrigidas posteriormente.

Por volta das 8h da manhã, o faxineiro invadiu a guarita de segurança com uma faca. Ele fez como refém o vigilante do condomínio residencial, Maxuel Alves, que teve a arma de fogo roubada por Gomes. De acordo com o coronel Divino Alves, a Polícia Militar foi acionada, isolou a área e começou a negociação, mas pouco antes das 10h, o rapaz atirou contra si.

O segurança, de 28 anos, foi levado para o hospital e, apesar do susto, passa bem. Ainda não se sabe exatamente o que motivou a ação do rapaz. "Para os nossos negociadores, a vítima disse que o sequestrador lhe informou que estava deprimido e tinha usado drogas", disse o coronel Divino Alves.

Fonte: Terra