Homem mata 13 pessoas em universidade no Azerbaijão

A procuradoria local informou que o atirador é um cidadão georgiano de origem azeri.

Um homem invadiu a Universidade de Produtores de Petróleo de Baku, capital do Azerbaijão, e matou pelo menos 13 pessoas e feriu 13 nesta quinta-feira (30).

O atirador foi atirando de sala em sala em vários andares do prédio, atirando em alunos e professores durante as aulas da manhã, segundo a polícia. Ele estaria entre os mortos.

A procuradoria local informou que o atirador é um cidadão georgiano de origem azeri. Ele teria usado uma pistola semi-automática russa no crime.

Segundo a TV local, ele matou um segurança e um servente ao entrar no prédio, antes de abrir fogo contra alunos e professores. Dois estrangeiros -da Síria e do Sudão- estão entre os mortos.

Os motivos do crime ainda não estão claros.

Testemunhas disseram que um aluno aproximou-se do atirador gritando "Não atire!", mas foi atingido por ele com um tiro na cabeça.

Por precaução, as vias de acesso ao complexo foram fechadas e as Forças Especiais ainda cercam a região e vasculham o edifício. Paramédicos estão no local, mas muitas ambulâncias já deixaram o local levando mortos e feridos.

Fonte: g1, www.g1.com.br