Homem mata a esposa estrangulada durante pesadelo

Segundo o tribunal, elle não controla suas ações enquanto dorme

O britânico Brian Thomas, de 59 anos, é acusado de ter matado sua mulher Christine, de 57, enquanto dormia, segundo os tabloides britânicos.

O crime teria ocorrido durante um feriado, no trailer em que eles dormiam. Ele relatou que sonhou que um intruso tinha entrado no carro, segundo o "Daily Telegraph", e que ele tentou detê-lo estrangulando-o.

Mas, na verdade, ele teve uma crise de sonambulismo e matou sua mulher, com quem era casado havia 39 anos e com quem tinha duas filhas.

Segundo o tribunal, Thomas, que é aposentado, sofre de uma doença do sono crônica. Ele não controla suas ações enquanto dorme.

Thomas sofria de sonambulismo, pesadelos e outros problemas relacionados ao sono havia 50 anos. Uma perícia comprovou que ele tem a doença.

Ele negou intenção de matar a mulher, com quem, segundo testemunhas, tinha um casamento feliz.

O casal era de Neath e sempre viajava nas férias em seu trailer. O crime ocorreu em 26 de julho, quando eles estavam próximo a Aberporth, em Cardiganshire, na costa oeste de Gales.

Thomas tomava remédio para o Mal de Parkinson e também antidepressivos que, combinados, afetavam sua performance sexual. Em casa, o casal dormia separado, mas, no trailer, costumava passar as noites junto.

Pouco depois do crime, Thomas chegou a ligar para a polícia. "O que eu fiz? Eu estava tentando acordá-la", disse ele. "Eu acho que eu matei minha mulher. Oh, meu Deus. Eu achei que alguém tinha entrado."

"O que eu fiz? O que eu fiz? Por favor, mandem alguém."

Quando os policiais chegaram, dez minutos depois, Thomas estava chorando e sacudindo o corpo da mulher.

O caso fora do comum levou a acusação a pedir um veredicto de não culpado por insanidade, ainda que eles tenham reconhecido que Thomas não é insano "no sentido comum da palavra". O julgamento prossegue.

Fonte: g1, www.g1.com.br