Homem mata esposa e mais dois em Minas Gerais

Segundo a polícia, primeira vítima foi atingida por três disparos

Um homem de 28 anos é suspeito de ter matado a ex-mulher, de 24 anos, na noite de terça-feira (25), em Nova Serrana (MG). Eles estavam separados havia dois meses. Segundo a Polícia Civil, após o primeiro crime, ele viajou para a cidade de São Gonçalo do Sapucaí (MG) e para Pouso Alegre (MG), onde teria cometido outros dois assassinatos, na quarta-feira (26).

Na primeira cidade, ele teria matado um vendedor de mel. Na segunda, teria atirado em dois homens. Um deles morreu e o outro foi internado em estado grave. Cercado por policiais em um posto de combustível, ele se trancou no banheiro do estabelecimento e, segundo a polícia, se matou com um tiro na cabeça.

De acordo com o delegado Rodrigo Noronha, de Nova Serrana, o atirador morava com a mulher em Mariluz (PR). "Eles tinham um filho pequeno, que foi deixado pela vítima com a família. Ela veio para Nova Serrana tentando se afastar do ex-marido, mas ele, ao que tudo indica, descobriu seu novo endereço e viajou para cá especificamente para matá-la."

Noronha disse ainda que o atirador recebeu a ajuda de duas pessoas para matar a ex-mulher. Uma delas é adolescente e será encaminhada para o Juizado da Criança e do Adolescente. O outro envolvido, adulto, foi levado para a cadeia da cidade. "A vítima foi atingida por três dos cinco tiros disparados contra ela. A arma, um revólver calibre 22, foi apreendida."

Segundo o delegado, em todos os locais dos crimes foram encontradas cápsulas do mesmo calibre do mesmo tipo de arma.

Fonte: g1, www.g1.com.br