Ossada de mulher é achada na porta de casa em Teresina

Ossada de mulher é achada na porta de casa em Teresina

O principal suspeito é o seu companheiro Francisco Clebert Araújo dos Santos, que não foi mais visto desde o sumiço da mulher.

Uma ossada foi encontrada na Vila Irmã Dulce na manhã desta quinta-feira, 12, enterrada na porta de sua residência.

Segundo a polícia, os indícios mostram que são os restos mortais de Maria da Cruz Ribeiro, desaparecida desde dezembro de 2009. O principal suspeito é o seu companheiro Francisco Clebert Araújo dos Santos, que não foi mais visto desde o sumiço da mulher.

Dois Boletins de Ocorrência foram registrados na polícia pelo próprio companheiro de Maria da Cruz, um deles informando o desaparecimento da mulher, e o outro, feito recentemente, acusando a própria esposa de abandono de lar. Segundo a polícia, tudo leva a crer que se tratava de uma armação de Clébert, conhecido na residência como alguém muito violento com a mulher.

A ossada, encaminhada para o Instituto Médico Legal, será periciada pelo Instituto de Criminalística. Sinais evidentes para a polícia apontam que o corpo foi esquartejado antes de ser enterrado. O acusado ainda não foi preso. ?A investigação de segmento já está ocorrendo. Agora, a duração das investigações depende dos resultados dos exames periciais. Nós não podemos dizer uma coisa para a sociedade sem provas. O que dissermos será provado nos autos?, disse o delegado Francisco Bareta.

Os depoimentos colhidos pela Polícia, a partir de informações da comunidade, reforçam os indícios de que o marido esteja envolvido diretamente no crime. Vizinhos do casal declararam à Polícia que presenciaram por diversas vezes momentos de violência do marido contra a mulher.

?Um vizinho disse que viu ela cair quando ela recebeu um grande soco, mas a polícia não pode se basear só nessa parte empírica e subjetiva da prova testemunhal. Quem vai dizer o que realmente aconteceu quem vai dizer é o médico legista e o perito criminal?, conclui o delegado.

Fonte: Denison Duarte