Homem mata a ex-mulher e oculta cadáver

Homem mata a ex-mulher e oculta cadáver

Corpo de Íris Bezerra de Freitas foi encontrado dentro de uma mala

O homem apontado pela polícia como o assassino da ex-mulher, Íris Bezerra de Freitas, de 21 anos, confessou o crime na manhã desta quarta-feira (19) na Divisão de Homicídios (DH), na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

"Fui eu. Coloquei o corpo lá (no canal) e fui embora com medo", disse Rafael da Silva Lima, ao ser apresentado à imprensa.

Íris foi encontrada morta dentro de uma mala no canal da Visconde de Albuquerque, do Leblon, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Rafael da Silva Lima foi preso no município de Vitória de Santo Antão, a quase 50 quilômetros de Recife (PE). Ele estava escondido na casa de parentes. Rafael desembarcou por volta das 20h15 de terça-feira (18) no Aeroporto Internacional Tom Jobim, no subúrbio do Rio, escoltado por policiais e levado para a DH.

De acordo com o delegado-titular da DH, Felipe Ettore, Rafael vai ser enquadrado pelo crime de homicídio triplamente qualificado: por motivo fútil, impossibilidade de defesa da vítima e ocultação de cadáver. A pena prevista é de 12 a 30 anos de prisão.

Segundo Ettore, o pai de Rafael foi quem forneceu à polícia o endereço de onde o suspeito estava escondido. "O pai dele veio à delegacia e colaborou conosco", contou o delegado. Segundo ele, os policiais da DH também contaram com a ajuda da polícia de Pernambuco.

Fonte: g1, www.g1.com.br