Homem mata ex-mulher e seu chefe a tiros após desconfiar de traição

O acusado não aceitou o fim do relacionamento.

Um homem identificado como Rafael Pinheiro é acusado pela polícia de São Paulo de ter matado a ex-mulher chamada Maria Eunice, de 26 anos, e o chefe dela após desconfiar de uma suposta traição dos dois. O casal ficou juntos por nove anos e do relacionamento nasceu um filho que hoje possui sete anos.

Após um tempo, a jovem pediu a separação mas o acusado nunca aceitou o fim do casamento. Segundo informações da família, a vítima sofria constantes agressões do marido que por muitas vezes ocorriam na frente do filho. Assim que conseguiu se separar de Rafael, foi morar em São Paulo com a irmã.

Revoltado, o ex-marido ameaçou matar toda a família de Maria Eunice caso ela não voltasse para Santa Catarina, atitude essa que fez com que toda a família da jovem se mudasse para São Paulo.

No dia do assassinato Maria pegou uma carona com o chefe como fazia quase sempre desde que começou a trabalhar em uma casa de shows. Quando chegaram na porta da residência dela, por volta das 06h, os dois foram surpreendidos por Rafael que já chegou atirando na ex-esposa e no chefe da vítima.

Após a morte dos dois, Rafael continua fazendo ameaças a família da vítima.

Casal estava junto há 9 anos (Crédito: Reprodução)
Casal estava junto há 9 anos (Crédito: Reprodução)

Mulher foi morta a tiros pelo ex-marido (Crédito: Reprodução)
Mulher foi morta a tiros pelo ex-marido (Crédito: Reprodução)

Chefe da vítima também foi morto (Crédito: Reprodução)
Chefe da vítima também foi morto (Crédito: Reprodução)

Homem se encontra foragido (Crédito: Reprodução)
Homem se encontra foragido (Crédito: Reprodução)

Fonte: Com informações do R7