Homem mata namorada de 16 anos por não aceitar término do namoro

O acusado matou a namorada, a mãe dela e em seguida se matou.

Uma adolescente identificada como Hellen Aparecida do Nascimento, de 16 anos, e a sua mãe Jurema Aparecida do Nascimento, de 43 anos, foram mortas a tiros dentro de casa na cidade de Pouso Alegre, no sul de Minas Gerais.

O responsável pelo crime foi o ex-namorado da jovem que não aceitou o fim do relacionamento. De acordo com informações de testemunhas, não era a primeira vez que o homem identificado como Elias de Souza, de 33 anos, tentava voltar com Hellen. Ele foi até a casa da jovem e foi recebido pela ex-sogra. A mulher conversou com o homem na porta de casa na tentativa de acalmá-lo mas não adiantou. Elias invadiu a casa e apontou a arma para a jovem que estava na sala.

Para proteger a filha Jurema entrou na frente da bala e recebeu um tiro na cabeça. Em seguida, ele fez um disparo contra Hellen e se matou logo depois.

O relacionamento de Hellen e Elias durou quatro anos. O casal, que teve dois filhos, terminou e voltou por várias vezes. Desde o início da relação dos dois até o dia do crime, teriam sido cerca de 10 registros policiais envolvendo o casal e parentes de Hellen. De acordo Antônio de Paula do Nascimento, pai de Hellen e marido de Jurema, Elias era casado com outra mulher e estaria ameaçando a jovem com frequência.

Casal brigava com frequência (Crédito: Reprodução)
Casal brigava com frequência (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do R7