Homem mata professora a tiros dentro de escola que ela trabalhava

A professora não resistiu aos disparo e morreu dentro da escola

A professora Sandra Denise Costa Alfoson, 40 anos, foi assassinada a tiros nesta sexta-feira (13) dentro da Escola Municipal Esperança de Viver, onde ela era vice-diretora, em Salvador.

O acusado de cometer o crime é o seu marido, o bombeiro militar Valdiógenees Almeida Junior, que é major e subcomandante do 3º Grupamento de Bombeiros Militares da Bahia. Segundo informações, o suspeito entrou no local e atirou na mulher que estava sozinha no momento dos disparos. Ela não resistiu aos disparos e morru no local.

O acusado foi visto após o crime fugindo pelo muro da escola. Testemunhas disseram a políciais da 47ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) que não ouviram discussão entre o casal e que o suspeito chegou atirando.

Os alunos ficaram abalados com o crime da professora que era muito querida por todos na instituição. Liliana Sampaio, 40 anos, professora, colega de Sandra, disse que na hora do assassinato não estava na escola. "Me ligaram e eu vim para cá. Não sei se foi na frente dos alunos, mas ainda era horário de aula. Ela era uma pessoa maravilhosa, alegre, alto astral", relatou.

O suspeito segue foragido e a Polícia Milita investiga para tentar localizá-lo.

Professora Sandra Denise e o marido acusado de cometer o crime
Professora Sandra Denise e o marido acusado de cometer o crime
professora Sandra Denise
Professora Sandra Denise foi morta dentro da escola




Fonte: correio24horas