Homem matou um bebê no colo da mãe

Pais da criança assassinada alugavam um apartamento para a amante do pedreiro

Um bebê de dois anos foi morto enquanto estava no colo de sua mãe, na noite de segunda-feira (26), na zona norte de São Paulo. O crime ocorreu na rua Floriano de Godoy, próximo ao nº 290, no Jardim Brasil (SP). Uma moradora da via também foi baleada, mas não corre risco de morte. O suspeito de ser autor dos disparos foi preso em flagrante.

De acordo com policiais da Força Tática do 5º Batalhão de Polícia Militar, o suspeito é um pedreiro de 47 anos que estava inconformado com o término do relacionamento com a amante, uma jovem de 22 anos, que morava em um apartamento alugado pelos pais da criança assassinada.

Segundo informações da polícia, a amante terminou o relacionamento após descobrir que o pedreiro era casado. Na manhã de segunda-feira, o suspeito discutiu com a moça no posto de gasolina onde ela trabalha, mas não conseguiu reatar.

À noite, ele foi novamente à sua procura, em sua casa, e não a encontrou. No local, ele avistou a proprietária do imóvel e segurando um bebê próximo à entrada da casa. O pedreiro desceu de seu carro, sacou o revólver e atirou em direção da moça, atingindo a nuca e as pernas da criança.

Outra moradora que estava próxima à cena foi alvejada por um tiro no tórax. O menino de dois anos foi encaminhado ao pronto-socorro da Santa Casa de Misericórdia, em estado grave e morreu.

A segunda vítima foi encaminhada ao Hospital São Luiz Gonzaga, e não corre risco de morte. Ele fugiu do local, mas foi localizado em sua casa, na Vila Zilda, onde foi preso.

Com ele, foi apreendido um revólver calibre 38. A ocorrência foi registrada no 9º Distrito Policial (Carandiru).

Fonte: R7, www.r7.com