Recém-casado adúltero mata mulher e culpa jogo sexual

Recém-casado adúltero mata mulher e culpa jogo sexual

Recém-casado afirma ter matado esposa por acaso.

A Justiça do Reino Unido condenou à prisão um marido recém-casado que matou a esposa e escondeu o cadáver na garagem para ocultar o crime.

Michael Roberts, de Runcorn, no norte da Inglaterra, disse que matou a esposa por acaso durante uma brincadeira sexual.

Ele foi criticado por "levar uma vida dupla" por manter casos extraconjugais com duas outras mulheres, apesar de ter apenas cinco meses de casado.

Depois que a polícia descobriu o caso, Roberts, 26, fugiu e foi visto fazendo compras com uma de suas amantes.

O juiz do caso disse que o assassino "traiu e enganou" a esposa durante o relacionamento, "antes e ao longo" do curto casamento.

"Ela merecia muito mais", afirmou o juiz, ao condenar o réu por a um mínimo de 17 anos de prisão por assassinato, em um tribunal em Liverpool.

Ocultação

Vicky Roberts, que morreu por estrangulamento, tinha 25 anos e era executiva de uma empresa química. Ela era descrita como "talentosa, vibrante, gentil e cheia de vida".

A defesa argumentou que a morte não foi intencional e que Roberts apertou o cordão do vestido contra a garganta de Vicky a pedido da esposa, durante uma brincadeira sexual.

Horas depois, Roberts, gerente de uma loja de telefones, foi filmado por uma câmera de vigilância interna comprando material para embalar o cadáver da esposa - sacos plásticos, fita adesiva e papelão.

Fonte: g1, www.g1.com.br