Homem pega mais de 14 anos de prisão por ter assassinado sua ex

O réu havia sido denunciado pelo próprio MP pela morte de Valesca, ocorrida na casa onde o casal morava, no interior de Camaquã (RS).

Mesmo com a Lei Maria da Penha, mulheres continuam sendo vítimas de violência no Brasil. Principalmente fruto de homens que não aceitam o término de relacionamentos amorosos. Foi o que ocorreu com Valesca dos Santos. Em janeiro de 2012, ela foi assassinada com um golpe de faca na região do pescoço pelo ex, Ernesto Jair Rodrigues de Ávila.

Nesta quinta-feira, o Ministério Público (MP) divulgou que o Tribunal do Júri de Camaquã condenou Ávila, em sessão ocorrida no dia 17 deste mês, a 14 anos e seis meses de prisão por homicídio qualificado por motivo fútil. Entretanto, o promotor de Justiça Michael Schneider Flach entrou com recurso de apelação para ampliar a pena.

O réu havia sido denunciado pelo próprio MP pela morte de Valesca, ocorrida na casa onde o casal morava, no interior de Camaquã (RS).

Segundo a acusação, ele a assassinou não só pelo fim do relacionamento como também pela divisão dos móveis da residência. A vítima era mãe de cinco filhos.

Relembre no infográfico abaixo outros casos de crimes passionais que tiveram grande repercussão no Brasil.

Fonte: Terra