Homem preso tentanto piratear Tropa de Elite 2

Flagrado por um funcionário do cinema e um fiscal da distribuidora do filme, o jovem negou

Kevin Wellinton Martins, de 19 anos, foi preso por volta das 17h30 da sexta-feira, quando gravava no seu telefone celular as imagens do filme Tropa de Elite 2, na sala de cinema de um dos shoppings da cidade, distante 418 quilômetros de São Paulo. Flagrado por um funcionário do cinema e um fiscal da distribuidora do filme, o jovem negou-se a parar de gravar e teria dito que "o celular é meu e ninguém põe a mão". Por causa disso, teve o aparelho apreendido e foi conduzido ao plantão da Delegacia Seccional de Polícia, onde foi indiciado em boletim de ocorrência que apurará a violação de direitos autorais.

Após a elaboração do boletim, Kevin foi liberado, mas já saiu intimado para prestar esclarecimentos no inquérito que será aberto. Seu celular foi apreendido e policiais disseram que aproximadamente 20 minutos do filmes já haviam sido gravados quando o provável pirata foi descoberto. Não souberam dizer se as imagens captadas têm a qualidade suficiente para a gravação e distribuição de copias clandestinas.

Depois da pirataria ocorrida na primeira versão, que foi assistida por milhões de pessoas antes do seu lançamento, os produtores de Tropa de Elite 2 cercaram-se de uma grande esquema de segurança que inclui, inclusive, a colocação de fiscais nas salas de exibição.

Fonte: Terra, www.terra.com.br