Homem que participou de "namoro na TV" será executado por morte de quatro mulheres

Homem que participou de "namoro na TV" será executado por morte de quatro mulheres

Meses após sua aparição no programa, Alcala se tornou um assassino, segundo os promotores

A Justiça do Estado americano da Califórnia recomendou que o homem que participou de um programa de namoro na TV seja executado pelo assassinato de quatro mulheres e uma criança. Rodney Alcala, 66 anos, foi condenado pelas mortes de Robin Samsoe, Jill Barcomb, Georgia Wixted, Charlotte Lamb e Jill Parentau, em Los Angeles, no final da década de 1970. Antes de ser disso, ele havia participado do programa The Dating Game, da ABC.

Um dos participantes do programa lembrou do homem que fez o papel de um dos "solteirões". "Sim, eu me lembro muito claramente. Ele era assustador. Definitivamente assustador", disse Jed Mills, que sentou ao lado de Alcala em 1978. O assassino foi condenado no último dia 25 por assassinato, sequestro e ofensas sexuais. Os crimes aconteceram em um campo de trigo nos subúrbios de Los Angeles, entre Burbank e El Segundo.

Na época dos assassinatos, ninguém sabia que o homem com aquele grande cabelo ondulado era um serial killer. Inclusive Mills, um ator veterano de TV que encontrou Alcala uma única vez - quando ambos apareceram no The Dating Game. Havia três "solteirões" no programa. Todos respondiam perguntas feitas pelas candidatas. A primeira foi direcionada a Alcala. "Qual é sua parte favorita do dia?", perguntou uma delas. "A noite", foi a resposta.

Meses após sua aparição no programa, Alcala se tornou um assassino, segundo os promotores. A primeira vítima foi uma menina de 12 anos, em 1979. Antes da década acabar, ele cometeria os outro quatro assassinatos, segundo testemunhas. No entanto, durante o programa, ele parecia simpático aos telespectadores e às pretendentes. "Era tudo fingimento. Ele se fazia passar por um homem atraente quando na verdade era um estuprador", disse a promotoria.

Fonte: Terra, www.terra.com.br