Homem sob efeito de cocaína mata sua esposa e filha dentro de casa; bebê de 20 dias sobreviveu

Homem sob efeito de cocaína mata sua esposa e filha dentro de casa; bebê de 20 dias sobreviveu

As duas crianças foram socorridas e levadas ao hospital, mas a mais velha, que também foi baleada, não resistiu aos ferimentos.

Um jovem de 23 anos matou a tiros sua mulher e sua filha de quatro anos ? e depois se matou ?, dentro da casa da família, na zona leste da capital. Sua outra filha, uma recém-nascida de 20 dias, foi a única sobrevivente. Familiares suspeitam de que ele estava sob efeito de drogas quando cometeu os crimes.

Jeclerson Belmiro Pimenta, de 23 anos, e Juliana Ferreira dos Santos, de 21, estavam juntos havia oito anos, desde que se conheceram na escola em que estudaram.

Eles moravam no Itaim Paulista, zona leste da capital, com as duas filhas ? Camilly Ferreira Pimenta, de quatro anos, e outra menina, de apenas 20 dias.

Segundo vizinhos, o casal era tranquilo e nunca demonstrou ter algum tipo de problema no relacionamento. Pimenta era um pai atencioso e paciente com as filhas.

Por volta das 10h de quinta-feira (19), o pai de Pimenta foi à casa do filho visitar a nora e as netas. Ao entrar no imóvel, ele viu o corpo do filho na garagem. Ele havia se enforcado.

Abalado, ele pediu ajuda a outros familiares. Enquanto aguardava a chegada do resgate, o homem entrou na casa e encontrou a nora baleada e caída no chão, já sem vida. A neta mais velha estava em cima da cama e a bebê, enrolada em um cobertor dentro do berço.

As duas crianças foram socorridas e levadas ao hospital, mas a mais velha, que também foi baleada, não resistiu aos ferimentos.

A recém-nascida permanece internada em estado grave. A bebê havia sido encontrada com sinas de sufocamento.

Familiares contaram à polícia que Pimenta era usuário de cocaína, mas estava em tratamento.

A arma usada no crime foi encontrada embaixo da cama do casal. O corpo de Pimenta passará por exames para saber se ele estava sob efeito de drogas. O caso foi registrado no 50º Distrito Policial.

Fonte: r7