Homem sofre sequestro relâmpago em Piripiri e é deixado em matagal

A vítima conta ainda que sofreu agressões

Um homem sofreu um sequestro relâmpago, agredido e abandonado em um matagal na região da rampa da bananeira, em Piripiri.

A vítima do sequestro G. A. N. S., é morador do Residencial Parque Recreio e contou que  havia acabado de descer da moto para entrar em uma loja. De repente chegam três homens em um carro modelo gol, branco. "Desceu um, que já pegou a moto e os outros me chamaram pro carro, baixar a cabeça e ia ficar 'de boa'. (...) Na saída da cidade, colocaram um capuz, tipo um saco na cabeça", relata a vítima.

A vítima conta ainda que sofreu agressões. Uma pancada na cabeça o deixou desacordado. Ele acordou por volta de 4 horas da madrugada de quinta-feira (3), desconhecendo o que houve nas horas que antecederam, em um matagal após a rampa da bananeira. Ao lado dele, o celular e a carteira, contendo R$ 280, e documentos. Os acusados não levaram nada de valor, o que deixa o caso mais intrigante ainda.

"Só não tava a chave da moto. Não tava mais no lugar. E também o pneu da frente tava travado", conta. A vítima do sequestro relâmpago acredita que foi pego por engano e que a intenção era de matar o alvo procurado. "Naturalmente, eles estavam atrás de alguém pra executar, porque lá onde eles me deixaram é um lugar onde não vai ninguém", comenta.

Image title

Fonte: Com informações do Piripiri Reporter