Homem tem crise de abstinência por cigarro em prisão: "Tô nervoso"

O acusado ficou bastante descontrolado na viatura.

Um homem identificado com Gabriel Paulo Pereira, de 31 anos, foi preso após ser acusado de assaltar passageiros em um ônibus de Salvador. No momento em que foi colocado na viatura, o suspeito teve uma crise de abstinência de cigarro e ficou descontrolado. 

"Eu vou ter que repetir tudo toda hora é? Eu tô nervoso, tô doido para fumar um cigarro. Eu quero fumar um cigarro, eu quero fumar irmão. Eu tô nervoso, velho. Eu quero fumar um cigarro que venda na banca de revista", declarou ele para os policiais. 

Nervoso, o rapaz não se preocupava com sua prisão e nem com a possibilidade de ir para o presídio. 

"Eu estou aqui nervoso, não quero saber de presídio", disse. 

O jovem é acusado de cometer o mesmo tipo de crime na avenida Bonocô e em outras regiões da cidade de Salvador. Com ele, os policiais apreenderam uma faca e o aparelho celular de uma suposta vítima. Gabriel nega a acusação.

"Eu não fui pego com nada. A viatura entrou dentro do ônibus e me enquadrou; me viu com isso (faca) na cintura e disse que eu ia roubar o ônibus, mas eu não ia roubar ônibus nenhum não. Ele só me revistou e achou isso aí.", declarou. Questionado sobre a dependência química, Gabriel retrucou afirmando que o cigarro não é droga.

"Droga não, cigarro normal. Se fosse droga era proibido. Como é que é droga se vende na rua?", indagou.

Acusado ficou descontrolado (Crédito: Reprodução)
Acusado ficou descontrolado (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do R7