Homens matam PM e ferem dois em São Luís; polícia fala em retaliação

Homens armados matam PM e ferem dois em São Luís; polícia fala em retaliação por prisões

Uma onda de ataques amedrontou os moradores de São Luís neste sábado (9). Homens armados invadiram dois postos da PM (Polícia Militar) e atacaram policiais que estavam de plantão. Um dos policiais morreu ao ser metralhado e outro ficou ferido em estado grave. Durante uma das invasões aos trailers da polícia, uma mulher levou um tiro disparado por um dos criminosos.

A polícia suspeita que os ataques são retaliação à prisão, nesta sexta-feira (8), de dois traficantes. Na mesma noite, dois ônibus foram assaltados e incendiados ? a polícia não confirma se há relação entre os ataques aos policias e aos ônibus.

O soldado da PM Francinaldo Sousa Pereira, 41, morreu alvejado durante o trabalho no posto policial do bairro Vila Nova. Ele foi atingido por pelo menos 18 tiros. A arma do policial foi levada pelos criminosos.

Já o sargento Marco Antonio Correa Cutrim foi baleado no posto da polícia do bairro de Fátima. Uma mulher que passava pelo local, que não teve a identidade divulgada, também foi atingida pelos tiros. As duas vítimas foram socorridas para o Hospital Socorrão I, onde são submetidos a procedimentos cirúrgicos. O estado de saúde do policial é grave.

A SSP (Secretaria de Segurança Pública) do Maranhão informou que após os ataques serviço de inteligência da PM, equipes do Batalhão de Choque e do GTA (Grupo Tático Aéreo) estão em diligências em busca dos envolvidos na morte de Pereira e do ataque ao posto do bairro de Fátima. Um helicóptero está sendo usado nas ações de identificação dos autores dos ataques aos postos da polícia.

Prisão de traficantes motivou ataque, diz polícia

A polícia informou que suspeita que os ataques aos postos da PM são de ordens de facções criminosas em resposta as ações de combate ao tráfico de drogas. Dois acusados de tráfico de drogas e de matar o policial Leônidas Rabelo Silva, 57, conhecido como Cabo Silva, assassinado a tiros no dia 8 de outubro, no bairro do Cohatrac, foram presos na noite dessa sexta-feira (8).

Os suspeitos ?Cezinha? e ?Tobinha? estavam na Estrada das Maioba quando foram descobertos pelos policiais. Houve trocas de tiros durante as prisões dos suspeitos, eles reagiram e foram baleados. Devido à gravidade das lesões, eles acabaram morrendo no Hospital Socorrão II.

Segundo a polícia, o Cabo Silva havia descoberto as ações dos dois traficantes e teria denunciado o fato para que fosse coibido e foi assassinado pelos dois traficantes.

Ônibus foram incendiados

Neste sábado também foram atacados dois ônibus que faziam linha em São Luís. No início da noite o coletivo que fazia a linha Bequimão foi assaltado e os bandidos incendiaram o veículo quando ele parou no ponto final do bairro. Já durante a tarde um ônibus da linha Alto da Esperança/Tamancão também foi atacado e incendiado.

A polícia informou que os ataques aos ônibus ocorreram de forma semelhante. Os assaltantes invadiram os veículos, roubaram o dinheiro dos cobradores e passageiros e ao descerem dos ônibus jogaram gasolina e atearam fogo. Um dos veículos também foi depredado antes de ser incendiado. Ninguém ficou ferido.

Fonte: Boa informação