Homens armados rendem pai de Thaeme e roubam chácara

Os criminosos estavam armados com fuzis.

A chácara dos pais da cantora Thaeme Mariôto foi assaltada na terça-feira (5), em Jaguapitã, no norte do Paraná. De acordo com a Polícia Militar (PM), seis homens invadiram a propriedade por volta das 6h30.

Os criminosos estavam armados com fuzis. Ao chegar na chácara, eles encontraram o caseiro e mulher dele e perguntaram sobre o pai de Thaeme, que não estava no local, segundo a polícia.

Os assaltantes ordenaram que o caseiro chamasse o dono da chácara – que já estava a caminho do local e encontrou os suspeitos logo ao chegar.

Ainda conforme a PM, os homens pediram dinheiro e pertences ao pai de Thaeme. A vítima disse aos ladrões que não tinha nada na chácara, mas que guardava certa quantia em casa, que fica no mesmo município, e poderia levá-los até lá.

Eles foram até a casa do pai da cantora, pegaram cerca de R$ 20 mil, joias e o carro – uma SUV Toyota – e fugiram. Até as 10h desta quarta-feira, nenhum suspeito havia sido identificado pela polícia. A PM afirma que está fazendo buscas pela região.

Thaeme agradece carinho dos fãs
Em nota, Thaeme agradeceu o carinho dos fãs que demonstraram preocupação com o ocorrido e ressaltou que os pais estão bem. O show marcado para a sexta-feira (8), em Londrina, está mantido. Veja o comunicado completo da cantora:

"Gostaria de agradecer todas as mensagens de carinho e a preocupação dos amigos da imprensa pelo ocorrido na última terça-feira (5).

Graças a Deus, meus pais estão bem e ninguém se machucou. Levaram os bens materiais, mas a vida de quem mais amo está preservada! Agradeço por nada mais grave ter acontecido com eles.

Foi um grande susto, mas a vida continua e os meus compromissos seguem sem alterações.  Inclusive estarei realizando ao lado do meu parceiro Thiago o lançamento da nova turnê “Ethernize”. O show será nesta sexta-feira 08/04 na Expo Londrina, esperamos por vocês para comemorar a vida."


Thaeme (Crédito: Divulgação)
Thaeme (Crédito: Divulgação)
Fonte: Com informações do G1