Homens colocam fogo em casa, matam avó e neta de 9 anos e deixam 3 feridos

Uma das moradoras viu homens colocando fogo na residência

Um incêndio criminoso na noite de domingo (9) deixou uma mulher e sua neta mortas e outros três parentes feridos em Criciúma, no Sul de Santa Catarina. De acordo com a Polícia Militar, homens colocaram fogo em uma casa na rua Manoel Jovino Patrício, no bairro Vila Rica, por volta das 22h15.

Quando a guarnição chegou ao chegar, a residência já estava tomada pelo fogo. Segundo a PM, um homem estava desesperado, dizendo que sua mãe e sobrinha estavam dentro da casa. Os bombeiros e combateram o fogo em cerca de 15 minutos, mas a casa de alvenaria ficou completamente destruída. Luiza Borges Luciano, de 46 anos, e de sua neta Estefani Luciano Leandro, de 9 anos, foram encontradas carbonizadas em um dos quartos.

Além das duas vítimas, outras três pessoas estavam na casa quando o fogo começou. Os filhos de Luiza, Cleber Borges Luciano, de 22 anos, e Fabiana Borges Luciano, de 26, e outra filha de Fabiana, Maria Luiza Luciano Bitencourt, de 2 anos. Os irmãos foram encaminhados ao Hospital São José com queimaduras de 2º grau. Já a criança foi levada ao Hospital Santa Catarina com sangramento no nariz.

Antes de ser levada ao hospital, Fabiana relatou à Polícia Militar que estava deitada quando ouviu a casa sendo arrombada. Ao levantar, deparou-se com cinco ou seis homens colocando fogo em toda a residência, e que só conseguiu pegar a filha mais nova no colo e passar pelo meio do fogo.

Motivação do crime

De acordo com a PM, o jovem de 22 anos é ex-usuário de drogas e estava devendo dinheiro para traficantes. Cleber estaria longe do vício há cerca de um ano quando saiu de uma clínica de reabilitação. A irmã dele afirmou à polícia que a possível motivação do crime seja uma dívida de drogas de seu irmão com um traficante que está no presídio.

A Polícia Milita prendeu três suspeitos em uma lanchonete ainda na noite de domingo. Os jovens de 18, 19 e 20 anos foram encaminhados à Central de Polícia. De acordo com a Polícia Civil, os suspeitos vão ser ouvidos na manhã desta segunda-feira (10) e depois devem ser encaminhados ao presídio.

Fonte: G1