Homens que agrediram cantor que inspirou personagem Crô alegam legítima defesa

Homens que agrediram cantor que inspirou personagem Crô alegam legítima defesa

Cantor David Alvarez foi agredido na manhã de terça na boate Fosfobox.

Os dois seguranças acusados de agredir o cantor David Alvarez, 24 anos, na boate Fosfobox, em Copacabana, prestaram depoimento nesta sexta-feira na 12ª DP (Copacabana). David inspirou o ator Marcelo Serrado a compor o personagem Crô, da novela ?Fina Estampa?, da TV Globo. Os acusados, que foram afastados da empresa, disseram ter agido em legítima defesa e que eram frentistas desempregados.

O inspetor da Polícia Civil, Túlio Souza Alves da Costa, lotado na Polinter e sócio cotista da Decimus Vigilância Patrimonial, que contratou os seguranças, também prestou esclarecimentos na delegacia nesta sexta.

?Eles (os seguranças) só serão punidos, talvez com demissão, depois que houver sentença judicial?, afirmou Túlio. Vídeo apreendido pela polícia mostra que a vítima foi arrastada e agredida até ser retirada da boate. O segurança Ademir Modesto Souza, 26, que aparece nas imagens socando o cantor, contou que alertou um amigo da vítima que fumava em área proibida, mas David teria tomado o cigarro dizendo que não iria apagá-lo e que era amigo do dono da boate.

Souza alegou que, ao tentar tirar Alvarez do estabelecimento, foi agredido com soco na testa e, em seguida, com mordida no peito. Wanderlei Modesto Souza, 26, primo de Ademir, contou que chegou minutos depois de a confusão ter começado e ?apenas tentou apartar a briga?.

Ademir e Souza revelaram que não passaram por curso de formação para atuar como segurança na boate. Eles informaram que trabalhavam como frentistas e, como estavam sem emprego, aceitaram ganhar R$ 50 por noite na Fosfobox.

Em sua página na internet, a Decimus afirma ser criteriosa. ?A mão de obra é composta por agentes experientes, com no mínimo dez anos na função. Tais agentes, além dos cursos obrigatórios, são em sua maioria oriundos das Forças Armadas e/ou das forças de Segurança Pública, onde adquiriram vasta experiência no tratar com o público?, diz o texto de apresentação.

Para o delegado adjunto da 12ª DP, Alexandre Guedes, a versão dos seguranças não condiz com as imagens do circuito interno da Fosfobox. ?Não vislumbramos agressão anterior (à sofrida por Alvarez). O laudo do exame de corpo de delito do cantor vai nos ajudar a decidir se os seguranças serão indiciados por lesão corporal leve, grave ou gravíssima?.

A empresa Decimus, com sede em Jacarepaguá, já foi responsável pela segurança de celebridades mundialmente conhecidas. Em seu site, há destaque para grandes eventos e proteção a Tom Cruise.

Fonte: O Dia Online