Idosa é baleada dentro de casa no acesso ao Morro do Alemão

Idosa é baleada dentro de casa no acesso ao Morro do Alemão

Soldado da Brigada de Paraquedistas do Exército foi ferido de raspão

Uma idosa de 61 anos foi baleada no abdômen, na tarde desta sexta-feira (26), na Rua Paranhos, em Olaria, perto do Conjunto de Favelas do Alemão, na Zona Norte do Rio.

A vítima estava em casa quando foi atingida. Segundo a Secretaria estadual de Saúde, ela foi levada para o Hospital Getúlio Vargas, também na Penha, e está no centro cirúrgico. Ainda não há informações sobre o seu estado de saúde.

A idosa foi atingida durante uma intensa troca de tiros entre traficantes e militares do Exército.

Além dela, um soldado da Brigada de Paraquedistas do Exército foi baleado de raspão na perna. A informação foi confirmada pelo coronel Zanan, da seção de comunicação do Comando Militar do Leste.

Operários, fugindo de tiroteio no Morro do Alemão, tiveram que deixar a região dentro de um blindado. Os funcionários da prefeitura estavam realizando serviço no sistema de iluminação da comunidade. O grupo teria sido levado para o 16º Batalhão da Polícia Militar, em Olaria.

Cerca de 780 soldados foram deslocados para as áreas de conflito na Penha. Até as 16h30, não havia informações sobre feridos.

Os soldados do Exército começaram por volta das 15h desta sexta a chegar ao conjunto de favelas do Alemão e à Vila Cruzeiro. Eles fazem parte de um grupo cedido pelo Ministério da Defesa para auxiliar no combate à onda de violência na cidade. A Polícia Civil também faz operações na Vila Cruzeiro, na Penha, e, de acordo com o delegado Márcio Mendonça, da Delegacia de Roubos e Furto de Automóveis (DRFA), até as 16h desta sexta, os policiais tinham apreendido no local 240 motos ? 40 estavam queimadas.

Fonte: g1, www.g1.com.br