Idosa se nega a pagar pela viagem e para ônibus em GO

Em um protesto solitário, a aposentada Luzia Jesus de Oliveira ficou dentro do ônibus

Um motorista de ônibus interrompeu o trajeto depois que uma aposentada de 63 anos se recusou a pagar a passagem, na terça-feira (28), em Rio Verde (GO). Ela reclamou que uma lei aprovada no município garante a gratuidade para quem tem mais de 60 anos. Ele chegou a chamar a polícia.

Em um protesto solitário, a aposentada Luzia Jesus de Oliveira ficou dentro do ônibus, junto com o motorista e a cobradora, que exigia o pagamento da passagem.

O motorista não quis seguir viagem. Ele disse que ligou para a garagem e o encarregado o orientou a chamar a polícia.

Luzia queria que fosse cumprida uma lei municipal que garante passe livre para quem tem mais de 60 anos. "Estou aqui mais para defender a minha classe, que é de 60 anos, a nossa terceira idade. Não só os idosos de Rio Verde, mas de qualquer lugar do Brasil. Eles têm que aprender a respeitar a terceira idade", disse a aposentada.

O problema foi resolvido com a chegada de uma agente de trânsito da prefeitura. Ela recomendou ao motorista levar a passageira até o destino. Depois de 40 minutos parado, o ônibus seguiu viagem. Luzia saiu satisfeita.

A direção da empresa disse que o motorista agiu errado ao chamar a polícia e que não deu ordem para descumprir a lei.

A prefeitura aplicou uma multa e encaminhou o caso ao Ministério Público, alegando que é a quarta vez que a viação foi autuada por desrespeitar os direitos do idoso.

Fonte: g1, www.g1.com.br