Idosa solta da prisão fez mais de 100 abortos

A mulher se comprometeu a ajudar nas investigações, conforme informou o delegado

A Justiça de Santa Catarina determinou que a idosa de 75 anos, suspeita de realizar mais de 100 abortos em sua própria casa, fosse liberada da prisão nessa segunda-feira. A idade avançada e problemas de saúde fizeram com que a mulher fosse liberada do presídio de Criciúma, onde estava presa desde a última sexta-feira.

A mulher se comprometeu a ajudar nas investigações, conforme informou o delegado responsável pelo caso, Airton Ferreira. Em depoimento, ela confirmou a realização de vários procedimentos de aborto em sua residência.

A suspeita dos policiais é de que a idosa realizasse abortos há pelo menos 15 anos em Criciúma. Ela cumpria prisão temporária decretada pela Justiça.

Fonte: Terra, www.terra.com.br