Idoso é acusado de estuprar a neta e de dar R$ 2 para não ser denunciado

O idoso foi preso em casa, no bairro São Geraldo, após ser denunciado pela mãe da criança no final da noite desse domingo (1º).

Um homem, de 61 anos e que não teve o nome divulgado, é acusado de estuprar a própria neta, de 5, em Pouso Alegre, no sul de Minas. O idoso foi preso em casa, no bairro São Geraldo, após ser denunciado pela mãe da criança no final da noite desse domingo (1º).

De acordo com relatos da responsável pela criança aos policiais militares da cidade, por volta de 23h, ela foi buscar a filha na casa dos avós e a mesma teria reclamado de dores na vagina, que estava com sinais de vermelhidão. A mulher afirmou que, ao questionar a filha o que havia acontecido, a criança denunciou o avô e ainda revelou que ele chegou a dar R$ 2 para ela não contar nada para ninguém.

A denunciante ainda disse que a menina lhe contou que, por volta de 20h, estava dormindo e foi acordada à força pelo avô, que lhe levou para tomar banho. Debaixo do chuveiro, o idoso teria passado as mãos nas partes íntimas da neta e até colocado o dedo no canal vaginal dela.

A criança foi levada para o Hospital Samuel Libânio, onde o médico de plantão constatou vermelhidão na região vulvar da menina.

O idoso, que não abriu a porta os policiais, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil do municipio, depois que os oficiais precisaram pular o muro da residência dele. No distrito policial, o acusado negou ter estuprado a neta.

O caso é investigado pela Polícia Civil.

Fonte: r7