Idoso de 70 anos mata mulher e morre poucos minutos depois de ser preso

Homem matou uma mulher a facadas durante uma discussão e foi preso.

Um idoso, suspeito de assassinar uma diarista em São Vicente, no litoral de São Paulo, morreu poucos minutos após ter sido preso. Segundo a polícia, o homem, de 70 anos, foi espancado por populares antes de ser encaminhado para a delegacia.

O homicídio aconteceu no bairro Jóquei Clube, quando o aposentado matou a facadas a mulher de 50 anos. O crime aconteceu na noite da última quarta-feira (24) após a vítima tentar separar uma briga.

Depois de esfaquear a diarista, o suspeito saiu de casa e foi espancado por moradores que estavam no local. A Polícia Militar foi chamada e o idoso acabou sendo encaminhado para o hospital, onde recebeu alta algumas horas depois.

Depois de ter recebido alta, o suspeito foi encaminhado para a Delegacia Sede de São Vicente e levado para uma cela. Após poucos minutos, quando um policial foi falar com o homem, ele estava morto.

O corpo do suspeito foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Santos para passar por perícia. De acordo com a polícia, os médicos responsáveis pelo atendimento no hospital já foram ouvidos. A Prefeitura de São Vicente pretende instaurar um inquérito administrativo para apurar eventuais falhas no atendimento.

Fonte: G1