Idoso que estuprou filhas e netas é preso na Argentina

O idoso não só abusou sexualmente de suas três filhas, como também de duas filhas-netas

Um homem de 74 anos, conhecido como "El Chacal de Corrientes", foi detido por estuprar suas três filhas por mais de 15 anos e violar três dos sete filhos fruto destes abusos, na província argentina de Corrientes (nordeste), informou nesta terça-feira uma fonte policial.

O idoso não só abusou sexualmente de suas três filhas, como também de duas filhas-netas, de 12 e 15 anos, e de um irmão delas, de 5 anos de idade, segundo a denúncia apresentada por uma das vítimas, de 29 anos.

O caso foi comparado pela imprensa ao do austríaco Josef Fritzl, chamado de "O monstro de Amstetten", de 73 anos, condenado em março à prisão perpétua pelo assassinato de um dos sete filhos-netos que teve com sua filha, a qual manteve em cativeiro por 24 anos em um porão.

A mulher que denunciou Pedro Aniceto Vallejos em Corrientes disse que era estuprada por seu padrasto desde os 12 anos e que teve sete filhos com ele: duas meninas e cinco meninos.

Os fatos comoveram o povoado de Itatí, de 7.900 habitantes, a 74 km de Corrientes, capital da província homônima.

A mulher foi à delegacia para denunciar os abusos de seu padrasto, mas quando falou sobre o assunto com suas filhas maiores, elas e um de seus irmãos confessaram que eram vítimas também do mesmo homem.

A família, de origem muito humilde, é formada pelas três jovens abusadas, sua mãe de 70 anos, o idoso, e os 14 filhos das três mulheres.

Fonte: Terra, www.terra.com.br