Idoso reage a assalto e expulsa assaltante com golpes de bengala

Idoso reage a assalto e expulsa assaltante com golpes de bengala

Proprietária do local onde foi feita filmagem reclama de insegurança.

Câmeras de seguranças de uma academia no Bairro Maraponga, na periferia de Fortaleza, flagraram o momento em que um senhor de 72 anos expulsou um assaltante com golpes de bengala. A proprietária da academia, que prefere não se identificar, diz que os assaltos na região são frequentes e cobra mais segurança no bairro.

O vídeo mostra o idoso chegando à academia para deixar uma sobrinha, quando um motociclista se aproxima no grupo e anuncia o assalto por volta das 5h30 da sexta-feira (8). Uma funcionária abria o estabelecimento. O idoso reage e aplica vários golpes de bengala no motociclista, que foge. Segundo as testemunhas, o homem pediu bolsas e celulares.

"Só o rapaz que é visto nas imagens fez três assaltos aqui na rua em um mês. As pessoas já conhecem ele por aqui", diz a dona da academia que presenciou a tentativa de assalto e os golpes de bengala no suspeito, aplicados por um familiar dela.

Reação

Apesar de conseguir expulsar o suspeito, a Polícia Militar recomenda a não reagir a assaltos e entregar os pertences para evitar um possível homicídio. Segundo a dona da academia, o familiar dela havia reagido porque imaginou que o homem estava desarmado, já que eles não haviam visto nenhum arma. O major da PM Roberto Costa, responsável pela segurança no local, diz que mesmo nessa situação a reação foi perigosa, pois o suspeito poderia ter uma arma escondida sob as roupas.

"Eu avisei a ele que não fizesse mais esse tipo de reação, mas a situação está crítica que ninguém aguenta mais ficar só assistindo a esses crimes", diz. A testemunha diz também que o suspeito "teve sorte" de não cair da moto após os golpes. "Minha filha gritou muito e as pessoas na vizinhança acordaram. Logo depois a rua ficou com muita gente. Ele teve sorte de não ter caído da moto, senão o pessoal iria espancar ele", conta.

Costa diz que os índices de criminalidade no bairro onde ocorreu a tentativa de assalto são "relativamente" baixos se comparados a outros bairros de Fortaleza. Costa diz também que há permanentemente dois carros e uma motocicleta do programa de policiamento do Ronda do Quarteirão fazendo policiamento na área. Por fim, costa acrescenta que nesta semana foram presos suspeitos de vários assaltos na Maraponga, o que deve reduzir o número de crimes no bairro.

Fonte: G1