IML libera corpo de gerente morto durante assalto ao BB

Ele foi levado como refém pelo grupo de cinco assaltantes.


IML libera corpo de gerente morto em assalto ao BB

O corpo do gerente do Banco do Brasil da cidade de Miguel Alves, Ademyston Rodrigues Alves, foi liberado nesta sexta-feira (28) pelo Instituto Médico Legal (IML). Ele passava por exames periciais complementares na tentativa de esclarecer o homicídio.

O servidor público foi morto no dia 30 de abril de 2013 durante tentativa de assalto à agência. Ademyston tinha 34 anos e há suspeitas de que ele tenha sido morto por disparo de arma de fogo efetuado de fora para dentro do veículo.

Ele foi levado como refém pelo grupo de cinco assaltantes. Três acusados do roubo foram mortos durante confronto com a Polícia Militar do Piauí. O corpo segue para a cidade de Pimenteiras, onde será novamente sepultado.

Os restos mortais do gerente estavam em Teresina desde o mês de maio, quando investigações complementares sobre o crime foram iniciadas. Um grupo de peritos já está em Pimenteiras acompanhando o processo de sepultamento.

O inquérito policial será concluído até o dia 10 de julho. O Comando Geral da Polícia Militar do Piauí realiza uma investigação paralela sobre a atuação dos militares envolvidos na ação. A polícia tentava evitar fuga dos assaltantes com R$ 400 mil.

Fonte: Riachão Net