Insatisfeito, pai esfaqueia filho por discordar de sua carreira militar

“O garoto foi se alistar para a Aeronáutica em Porto Velho na segunda-feira e, quando voltou, teve uma discussão com o pai

Um agricultor aposentado esfaqueou o próprio filho de 18 anos durante uma discussão porque o jovem havia se alistado para o serviço militar obrigatório e desejava seguir a carreira militar na Aeronáutica em Rondônia.

Segundo o delegado Cristiano Martins Matos, um inquérito foi aberto para investigar o caso, que ocorreu na segunda-feira (16) na zona rural de Ouro Preto do Oeste. O boletim de ocorrência foi registrado como tentativa de homicídio e o pai, de 53 anos, está foragido desde a data do crime. O jovem foi socorrido pelo irmão e continua internado no Hospital Municipal Laura Maria Braga, em Ouro Preto do Oeste.

?O garoto foi se alistar para a Aeronáutica em Porto Velho na segunda-feira e, quando voltou, teve uma discussão com o pai, que não queria que ele seguisse a carreira militar?, disse o delegado.

Conforme o tenente Moreira, da Polícia Militar de Rondônia, familiares relataram que as discussões entre pai e filho eram frequentes e que o aposentado não desejava que o filho saísse de casa e fosse atuar como soldado na Aeronáutica. ?Durante a briga, o pai pegou a faca e o jovem tentou dar um chute para se defender, sendo esfaqueado na virilha e na barriga?, relatou o oficial.

A Polícia Civil espera a vítima ter alta do hospital para ouvir o depoimento dele sobre o caso. A 1ª Delegacia de Serviço Militar, que realiza o alistamento militar da Marinha, Exército e Aeronáutica em Porto Velho, informou que as inscrições estão sendo realizadas no período de janeiro a abril e que só na hora da apresentação os jovens que desejam atuar em cada uma das Forças Armadas são separados. Em Porto Velho, a FAB possui uma base aérea e um batalhão de infantaria, informou o Centro de Comunicação Social da Aeronáutica.

Fonte: G1