Investigador é preso após tiro ferir um policial

O delegado-chefe do Cope afirmou que o atirador

Um investigador do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) foi preso no domingo (19), em Curitiba, depois de efetuar disparos de fuzil na sede do departamento. Um dos tiros bateu em uma parede e atingiu outro investigador, que foi socorrido e encaminhado a um hospital. A vítima passou por cirurgia e não corre risco de morrer, segundo nota da Agência Estadual de Notícias, do governo paranaense.

De acordo com o delegado-chefe do Cope, Hamilton Cordeiro da Paz, o investigador que atirou não estava no horário de trabalho. Ele teria aparecido no prédio do Cope e conversado com colegas. Depois, acabou usando um dos fuzis da equipe de plantão. ?Ele atirou contra a parede, não fez ameaças a ninguém e os colegas perceberam que ele estava fora de si?, disse Paz. O outro investigador foi atingido na barriga.

O delegado-chefe do Cope afirmou que o atirador "teve um surto" e que a ocorrência foi isolada. O policial foi preso. Além do inquérito criminal, deve ser aberto um procedimento administrativo para apurar o fato.

Fonte: g1, www.g1.com.br