'Iria fazer o pior', diz mãe sobre acusado de abusar de sua filha

O idoso de 60 anos ofereceu dinheiro em troca de sexo.

Na última terça-feira, dia 31 de maio, a  Companhia de Policiamento Turístico Independente (CPTUR), realizou a prisão de um idoso identificado como Pedro Carneiro de Sousa, 60 anos, acusado de manter relações sexuais com uma garota de apenas 14 anos de idade. De acordo com a mãe da jovem, o comportamento diferente da filha em casa fez com que a família descobrisse.

"Ela começou a chegar em casa completamente diferente. Eu perguntava: 'filha o que está acontecendo?'. Ela sempre emburrada e quando foi um dia me disse: 'qualquer hora eu vou anoitecer e não vou amanhecer'. Eu comecei a ficar triste, desesperada. Um dia ela falou: 'mãe, tem um cara que sempre fica aparecendo lá na escola e já é a terceira vez'. Ela contou que ele disse que levaria ela pra onde ela quisesse", afirmou.

A adolescente era abordada pelo idoso na saída da escola de nome Deputado Pinheiro Manchado, Ele a convidava para encontros e fazia promessas de viagens. Ema uma dessas investidas, a família orientou para que ela [a garota] marcasse um novo encontro, mas dessa vez com a presença da polícia.

"Ele [Pedro Carneiro de Sousa] abordou ela de bicicleta e perguntou: 'você está me reconhecendo?'. Ela respondeu: 'estou reconhecendo,sim'. Ela marcou encontro em frente ao Shopping às 19 h. Ele falou que não usava camisinha, daí ela perguntou: 'e se eu engravidar'?. Ele respondeu: 'eu nunca engravidei mulher nenhuma'. Ele prometia tudo para ela", acrescentou. 

O encontro por trás do Shopping foi realizado pela polícia que realizou a prisão do mesmo. "A polícia foi lá e abordou ele que estava com um maço de velas e uma caixa de fósforo nas mãos. Eu pergunto: 'o que ele estava planejando?' Iria fazer o pior com minha filha", finaliza a mãe da vítima.

O delegado responsável, Paulo Coelho, ainda não falou com a imprensa. 

 Pedro Carneiro de Sousa
Pedro Carneiro de Sousa






Fonte: Portal Meio Norte