Irmã de ex-BBB é encontrada morta em canavial em São Paulo

A empresária foi morta no dia 5 de janeiro quando planejava a morte de seu ex-namorado

O corpo da empresária Carmem Andrea Issa Castello, 35 anos, irmã do ex-participante do programa Big Brother Brasil (BBB) Carlos Issa Castello, o Carlão, foi encontrado na noite de quinta-feira em um canavial na zona rural de Votuporanga (SP). Segundo a Polícia Civil, ela foi morta no dia 5 de janeiro quando planejava a morte de seu ex-namorado.

De acordo com o delegado João Rossini, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Votuporanga, Carmem foi morta quando estava com quatro homens para cavar a sepultura do ex, no meio de um canavial. - Ela se desentendeu com eles, foi morta e enterrada na cova que seria para o ex-namorado - contou o delegado.

Ainda segundo o delegado, Carmem iria pagar R$ 10 mil para os quatro. -Um dos capangas, Antonio Carlos Rodrigues Alves, confessou que matou Carmem com o enxadão que era usado para abrir a cova - disse Rossini, que acrescentou que os quatro serão indiciados por latrocínio.

O corpo de Carmem foi enviado para exames necroscópicos no Instituto Médico Legal (IML) e seria liberado ainda nesta sexta-feira para ser levado pelos parentes para São Bernardo do Campo, onde ela morava. De acordo com depoimentos dos acusados no inquérito, Carmem queria matar o ex porque não conseguia mais viver longe do filho de oito meses, cuja guarda estava com o pai e a avó paterna, que mora em Valentim Gentil.

As informações da polícia são de que Carmem chegou a Votuporanga em 2 de janeiro e que esteve com o filho em Valentim Gentil nos dias 3 e 4. Depois, retornou a Votuporanga, onde não foi mais vista.

Fonte: Terra, www.terra.com.br