Irmão de Leandro Hassum deixa prisão após pagar fiança

Carlos passou quatro dias preso e a família pagou uma fiança

Preso por suspeita de dar golpes em camarotes de luxo do Sambódromo, Carlos Alexandre Hassum Moreira, de 45 anos, deixou a Cadeia Pública Frederico Marques, no Complexo de Gericinó, na Zona Oeste do Rio, nesta quinta-feira.

Segundo o advogado Rafael Faria, foi ao local com o alvará de soltura dele. Carlos passou quatro dias preso e a família pagou uma fiança de seis salários mínimos para que ele responda em liberdade pelo crime de estelionato.

- De lá, ele seguiu para casa, para ficar com a família. É um momento muito sensível - disse Rafael Faria.

Carlos é irmão do ator e humorista Leandro Hassum que, dois dias após a prisão, publicou um texto em seu Instagram dizendo que valoriza o “caminho do bem, da honestidade e da verdade”.

Sem citar o irmão ou o acontecimento, Hassum escreveu: “Que seja cumprida a lei e viva a honestidade”.

Segundo investigações da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), Carlos se passava por gerente de uma operadora de turismo de São Paulo para pegar os ingressos dos camarotes e revendê-los, mas não pagava as entradas aos donos dos espaços.

Fiança reduzida

A fiança inicialmente estipulada para a soltura de Carlos foi de R$ 52.800, mas o valor diminuiu para seis salários mínimos.

Autor da decisão judicial, o desembargador Cairo Ítalo França David alegou que a fiança foi arbitrada em valor bem considerável, sem comprovação da renda do acusado, “o que praticamente inviabiliza sua liberdade”.

O desembargador informou, ainda, que o crime é de média ofensividade e, por isso, a fiança pode estar atrelada a outras medidas.

Além de pagar o valor estipulado, o desembargador exige que, para a soltura, o acusado firme compromisso de comparecer sempre que notificado pela Justiça. Alexandre não pode mudar de endereço, nem se afastar do Rio por mais de oito dias sem autorização judicial.


Carlos Alexandre Hassum (Crédito: Divulgação)
Carlos Alexandre Hassum (Crédito: Divulgação)


Fonte: Extra