Irmão do ex-goleiro Bruno é preso acusado de estupro e assalto

O preso foi conduzido para o 12º Distrito Policial de Teresina.

ATUALIZADO ÀS 17:20H

No momento em que foi preso, o irmão do goleiro Bruno, Rodrigo, disse ao Programa Patrulha na Rede Meio Norte, que não fez ameaças a uma equipe de televisão, apenas pediu um direito de resposta sobre uma matéria que teria sido veiculada. "Eu cheguei na TV e pedi a gravação para assistir a matéria e me negaram o direito. Não tive acesso à matéria", disse. Rodrigo também negou que teria praticado estupro nas últimas horas. "Me acusaram dessa vez, como me acusaram nas outras vezes. Não pratiquei isso", falou. 

Logo após falar com a equipe do programa, ele foi conduzido para a Central de Flagrantes em Teresina, onde estava a vítima que chegou a reconhecer através de fotos, o acusado. Ao chegar na Central, Rodrigo afirmou que só falava perante o juiz. "Só falo em juiz. Todos só falam em irmão do Bruno, até cego fala, mas quero vê provando", frisou.


O irmão do ex-goleiro Bruno, Rodrigo Fernandes das Dores de Souza, foi preso na tarde desta quinta-feira (03) acusado de estupro e assalto. Segundo informações ,ele tentava fugir em uma rodovia na cidade de Timon. 

Image title


A prisão foi realizada pelos policiais do 1º Batalhão da Polícia Militar, sob o comando do Tenente Miguel Luz. 

Rodrigo Fernandes das Dores de Sousa, foi preso pelo estupro de uma menor em Teresina. O crime estava sendo investigado pela DPCA. Rodrigo também estava sendo investigado pela equipe da Delegacia da Mulher-Sudeste pela prática de outros estupros, tendo na referida delegacia quatro inquéritos policiais em andamento, com seis vítimas, contra o suspeito.

De acordo com a delegada Anamelka Cadena, Rodrigo foi reconhecido pelas vítimas. A equipe da delegada também realizou percursos por onde o suspeito poderia ter passado antes de praticar os crimes e conseguiu coletar imagens de câmeras que mostram a aproximação do mesmo com algumas vítimas. O acusado está prestando depoimentos na Central de Flagrantes, estando as delegadas da DPCA e da DEAM-Sudeste presentes.

Outras acusações 

Não é a primeira vez que o irmão do ex-goleiro Bruno é acusado de estupro. Em junho deste ano, ele foi inocentado e explicou as acusações que levaram a investigação pelo crime.

“Eu tinha uma acusação de estupro por parte de uma pessoa ao qual foi relatado em todas as mídias de Teresina, fui difamado, falaram mal de mim, me acusaram, passei por várias humilhações, perdi meu emprego, sofri demais, fiquei oito meses no presidio, seis meses com monitoramento eletrônico, o juiz me absorveu como inocente e graças a Deus hoje estou aqui para mostrar que eu não sou o que as pessoas falam”, afirmou ele. 

Tio do goleiro Bruno também foi preso em setembro 

O tio do ex-jogador Bruno Fernandes, foi preso suspeito de participar de um esquema de venda de celulares para detentos. Ele foi levado para a Penitenciária Nelson Hungria, onde o sobrinho cumpre pena pela morte da modelo Eliza Samudio.

Marco Aurélio Rosa, de 43 anos, era agente penitenciário e repassava os aparelhos para os criminosos. Ele foi detido durante cumprimento de mandado. As investigações duraram três meses.


Fonte: Redação Meio Norte