Irmão e cunhada do lavrador assassinado a golpes de faca conta versão do crime

Irmão e cunhada do lavrador assassinado a golpes de faca conta versão do crime

Segundo informações de Raimundo Nonato e sua esposa, a família e a vitima tinham uma desavença antiga

o final da manhã desta quinta-feira (26/12), o editor do Blog do Coveiro foi até a localidade São Caetano (zona rural de Cocal) e conseguiu entrar em contato com duas, das três pessoas envolvidas na confusão que terminou na morte do lavrador José dos Santos Nascimento, conhecido como "Zé Bernardo", 33 anos, que foi morto a golpes de arma branca na noite de ontem (25/12).

Os envolvidos trata-se de Raimundo Nonato dos Santos Nascimento, conhecido como Pequeno, 33 anos, que é irmão da vitima fatal, sua esposa Francisca Silva dos Santos, 36 anos e o filho de Francisca, de nome não revelado, que é enteado de Raimundo Nonato "Pequeno", sendo ele o principal acusado de ter desferido os golpes que tirou a vida do lavrador.

Segundo informações de Raimundo Nonato e sua esposa, a família e a vitima tinham uma desavença antiga, sendo que Zé Bernardo já tinha agredido Francisca durante uma briga e seu filho (o acusado) durante outra. A confusão que terminou na morte de Zé Bernardo, iniciou quando ele passou em frente à casa de seu irmão, onde também funciona um bar e ficou insultando o mesmo a brigar, sendo que "Pequeno" não deu ouvidos ao insulto do irmão.


Irmão e cunhada do lavrador assassinado a golpes de faca conta versão do crime

Em seguida, Zé Bernardo foi para casa, se armou com um facão e voltou para frente da casa de Pequeno e começa novamente a insulta-lo. "Pequeno" sem saber que o irmão estava armado, respondeu as ofensas e foi agredido com dois golpes de facão na região da face, um na bochecha lado esquerdo e outro no lado direito do nariz, mesmo ferido, Pequeno consegue correr e fugir.


Irmão e cunhada do lavrador assassinado a golpes de faca conta versão do crime

Logo após ferir o irmão, o agressor parte para cima de Francisca e acerta um pano de facão nas costas da mesma e diz que vai mata-la. Momento em que ela corre para dentro de casa, entra em um dos cômodos e ao tentar a fechar a porta, Zé Bernardo arrebenta e entra, instante em que ele foi surpreendido pelo filho de Francisca, que para defender a mãe, desferiu vários golpes no lavrador, supostamente com uma foice, fazendo com ele viesse a óbito. Após o ocorrido, o filho de Francisca fugiu tomando destino ignorado.


Irmão e cunhada do lavrador assassinado a golpes de faca conta versão do crime

Fonte: Blog do Coveiro