Irmãos são presos por matar casal de comerciantes em briga por R$ 35

O crime ocorreu em dezembro, em uma loja de materiais de construção; O crime foi filmado por câmeras de segurança do local

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu dois irmãos suspeitos de matar um casal após uma briga por R$ 35, em Belo Horizonte. O crime ocorreu em dezembro, em uma loja de materiais de construção no bairro Jardim Vitória. Alison Gilmar Gonçalves, 25 anos, e Vander Tiago Gonçalves, 27 anos, são acusados de matar a tiros o dono do estabelecimento, o comerciante Lúcio Rodrigues, 32 anos, e a mulher dele, Mariza Donato do Nascimento, 30 anos.

O crime foi filmado por câmeras de segurança do local. A dupla comprou um relógio de hidrômetro, mas, logo depois, Alison voltou alegando que o objeto estava danificado. O comerciante afirmou que não poderia trocar porque o aparelho apresentava sinais de mau uso, e a discussão começou.

O suspeito deixou a loja, mas voltou em seguida armado e acompanhado do irmão. Os dois abriram fogo contra o casal, que estava atrás do balcão do estabelecimento. "O crime teve brutalidade. A vítima se recusou a trocar a peça que estava quebrada por mau uso. O valor dela é R$ 35", disse o delegado Emerson Morais, responsável pelas investigações.

De acordo com a Polícia Civil, Alison Gonçalves foi preso na sexta-feira, no município de Presidente Bernardes, na Zona da Mata. No local onde o suspeito foi capturado, os policiais encontraram objetos que ele teria utilizado no dia do assassinato. O outro acusado, Vander Gonçalves, foi preso na quinta-feira. Segundo a Polícia, ambos têm extensa ficha criminal.

Fonte: Terra