Italiano é suspeito de matar esposa brasileira asfixiada com pênis de borracha na garganta

Italiano é suspeito de matar esposa brasileira asfixiada com pênis de borracha na garganta

Perito encontrou um pedaço de pênis de borracha na garganta da vítima. Suspeito disse aos policiais que morte foi acidental.

A Polícia Militar prendeu, na noite de sábado (20), o italiano Fabrizio Carlo Angelo Riccardi, suspeito de asfixiar e matar a própria esposa. Ele foi abordado dentro de casa, na Praia do Francês, Litoral Sul de Alagoas, depois que vizinhos o denunciaram. De acordo com a polícia, Riccardi afirmou em depoimento que a morte da esposa foi acidental.

Judite Fonseca de França Riccardi foi encontrada morta dentro de casa pelos policiais do 5º Batalhão. Os militares que atenderam a ocorrência suspeitam que a vítima foi asfixiada com um pênis de borracha. Isso porque, de acordo com a polícia, peritos do Instituto de Criminalística encontraram um pedaço do material na garganta da vítima, o que teria provocado a morte por asfixia.


Italiano é suspeito de matar esposa brasileira asfixiada com pênis de borracha na garganta

No momento da prisão do italiano, os vizinhos informaram aos militares que Fabrizio já teria agredido a esposa em outras oportunidades, segundo a polícia.

O italiano passou a noite na Central de Polícia e, na manhã deste domingo (21), foi levado para o Hospital Sanatório, em Maceió, para fazer o exame de corpo de delito.

Após o procedimento, Riccardi foi encaminhado para a Casa de Custódia, no bairro do Jacintinho.

Fonte: G1