Jogador é detido com munição no Ceará

Jogador é detido com munição no Ceará

Após ser ouvido pela Polícia Federal de Fortaleza, Rinaldo foi liberado para embarcar no voo

O atacante Rinaldo, do Fortaleza, não conseguiu embarcar, nesta segunda-feira, para Salvador com o elenco tricolor. O jogador teve a bagagem revistada no aeroporto da capital cearense, e policiais encontraram quatro projéteis calibre 38 entre os pertences dele. Com isso, o atleta foi detido para prestar depoimento. Ele explicou que já teve arma, mas doou à Polícia Federal. E não lembrava que as balas ainda estavam em sua bolsa de viagem.

Após ser ouvido pelo delegado de plantão da Superintendência Regional da Polícia Federal de Fortaleza, Rinaldo foi liberado para embarcar no voo das 16h40m. Ele seguiu viagem quase três horas depois do time, que enfrenta o Bahia, nesta terça-feira, às 21h, em Pituaçu, pelo Campeonato do Nordeste.

No entanto, o atacante será intimado a depor novamente pela Polícia Federal e terá de explicar a origem da munição. O jogador pode ser enquadrado em crime de porte ilegal de arma, com pena de dois a quatro anos de reclusão mais multa.

Por outro lado, o gerente de futebol do Fortaleza, Sérgio Papelin, negou a versão da Polícia Federal.

- O Rinaldo foi assaltado e estava sem identidade. Então, ele tentou apresentar um passaporte vencido, mas o documento não foi aceito pela polícia. Não embarquei para Salvador com o time, mas estava no aeroporto e fui com o jogador até a sala da PF. Ele conversou com um delegado por, no máximo, meia hora e recebeu uma autorização provisória para viajar - garantiu o dirigente.

Fonte: g1, www.g1.com.br