Marcelinho Paraíba é indiciado novamente por estupro na PB

Marcelinho Paraíba é indiciado novamente por estupro na PB

Marcelinho é acusado de ter tentado beijar à força uma mulher durante festa

O meia do Sport Marcelinho Paraíba foi indiciado novamente por crime de estupro na Delegacia da Mulher de Campina Grande (PB). A acusação foi feita pela delegada Herta de França, que já havia movido uma ação contra o atleta no final de novembro do ano passado.

Em março, o promotor da 5ª Vara Criminal de Campina Grande, Radeu de Araújo Dias, considerou que as provas contra o jogador eram insuficientes e remeteu o inquérito para que os envolvidos fossem ouvidos novamente. A delegada analisou o caso outra vez e manteve a decisão inicial.

Marcelinho é acusado de ter tentado beijar à força uma mulher durante a festa de comemoração do acesso do Sport à Série A do Campeonato Brasileiro. O jogador foi acusado no artigo 231 do Código Penal, que prevê punição para crimes de estupro. Os exames de corpo de delito realizados na vítima comprovam que os lábios da mulher foram feridos.

Agora, o processo volta ao Ministério Público, onde o promotor terá de tomar novamente a decisão de acusar ou não o jogador.

O jogador afirma ser inocente e que foi vítima de uma armação. "Sou inocente e o que eu tenho a falar é que é tudo uma mentira, uma armação", garantiu em entrevista coletiva no dia 12 de dezembro do ano passado, negando que tenha tentado beijar a mulher.

Fonte: Terra