Jogador Viola deve deixar prisão ainda nesta quarta, diz advogado

O advogado informou que Viola tinha o documento do porte das armas que foram apreendidas na sua casa.

O advogado de Viola, Marcos Pelozato, disse que o ex-jogador deve deixar a cadeia ainda na manhã desta quarta-feira (10). Ele afirma que, na noite da terça-feira (8), a Justiça concedeu liberdade ao atleta.


Jogador Viola deve deixar prisão ainda nesta quarta, diz advogado

Também na terça-feira, o advogado informou que Viola tinha o documento do porte das armas que foram apreendidas na sua casa. O ex-jogador também foi detido pela recusa de cumprir a ordem de um oficial de Justiça e está preso na Cadeia de Carapicuíba desde a sexta-feira (5).

Segundo o defensor, não foi dado o tempo para o ex-jogador procurar o documento de porte no momento da prisão. Além disso, de acordo com ele, Viola não se negou a abrir a porta ao oficial de Justiça.

? Ele ficou decepcionado porque as coisas estão vagas ainda. A mulher dele não queria mais ficar com ele, e quis armar algo, alegando maus-tratos, mas isso não procede. Ele não se negou a abrir a porta de casa.

A SSP (Secretária de Segurança Pública de São Paulo) informou que a delegada Fabiana Faria, da delegacia de Santana de Parnaíba, informou que Viola tinha o porte de arma, mas estava vencido. Além disso, de acordo com ela, o silenciador, que é um acessório da arma, não condizia com a arma em questão. A SSP informou também que a arma apreendida era de calibre 380 e o cartucho de munição era de calibre 12.

Depois da prisão do marido, o ex-jogador de futebol Viola, a mulher dele Andreza Nunes disse que está ?arrependida? do que fez e ?só chora?, de acordo com informações de uma pessoa próxima de Andreza. Viola está detido desde sexta-feira (6) depois de ter se recusado a cumprir a ordem de um oficial de Justiça, que autorizava que sua mulher e filho de cinco anos deixassem a casa do atleta.

? Ela está bem magoada, se arrependeu do que fez. Só chora e não consegue falar com ninguém. Ela tentou falar com ele, mas como ele estava na delegacia, ela não conseguiu.

Ainda segundo a fonte, Andreza e o ex-jogador tinham um relacionamento ?tranquilo e sem brigas?, apesar das várias idas e vindas durante os sete anos de convivência. O casal tem um menino de cinco anos de idade. Ainda segundo ela, Andreza "teria surtado" ao entrar com o pedido na Justiça para deixar a casa com o filho.

? Ela tinha muita vontade de voltar para o Sul, eles estavam conversando sobre isso, apesar da vida pare ele ser melhor em São Paulo. O Viola nunca impediu ela de visitar a família dela. Aquele dia [o da prisão] foi um dia comum, nada havia acontecido. Eles não brigaram, e nada. Mas na hora, ele estava com o filho deles no colo e não poderia deixar ela sair do jeito que ela estava, no estado que ela estava. Ele quis dialogar, mas ela chegou com o oficial e a história tomou uma proporção tão grande.

Fonte: R7, www.r7.com