Jornalista é agredida e estuprada por sogra do filho e marido dela

Os dois foram presos pela Polícia Militar após o crime

Uma jornalista de 43 anos foi agredida, torturada e estuprada pela sogra do seu filho e o companheiro dela em Minas Gerais. De acordo com a Polícia Civil, o crime teria sido motivado por uma dívida entre as duas.

Efigênia Dias de Moraes Barros, de 41 anos, e o namorado, Julimar Custódio de Oliveira, de 32 anos, fugiram após o crime, mas foram localizados pela polícia no mesmo dia. O casal foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio e estupro, e está preso no Presídio de Inhapim. Segundo a polícia, Efigênia confessou o crime.

A acusada jogou a vítima no chão e desferiu golpes de faca no braço da mulher. Depois, segundo a polícia, a jornalista foi estuprada pelo namorado da suspeita. Os dois ainda a teriam ameaçado de morte caso contasse à polícia sobre as agressões. A vítima conseguiu fugir do local e acionou a polícia.

A Polícia Civil informou que as motivações do crime estão em investigação, e que testemunhas serão ouvidas sobre o caso.

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Jornal Extra