Jovem acusado de integrar quadrilha atuava como "mula" do tráfico

Confira na matéria como atuam as "mulas" do narcotráfico.

As "mulas" do narcotráfico. Essas são pessoas que dão a própria vida ao tentar passar por barreiras de fiscalização em estados e até países. O tráfico de drogas interestadual e mundial existe há muito tempo, mas só se expandiu na década de 70. Os traficantes contratam pessoas que na maioria das vezes estão desempregadas ou passando por situações de desespero econômico. A tarefa dos “mulas” é uma das funções presentes nas engrenagens do narcotráfico, e algumas vezes sua finalidade é realmente o transporte da droga, outras vezes, é a distração dos agentes de segurança para o transporte de cargas maiores a partir de outros meios.

Os métodos de transporte das drogas, como cocaína, LSD, maconha, anfetamina e outras são acondicionados em diversas partes do corpo, em objetos como sapatos, latas de produtos comestíveis, frutas, parachoque de veículos e até dentro de livros, numa tentativa de despistar a polícia. Além de prender ao corpo, muitos ingerem capsulas das drogas. 

Eles acondicionam em luvas plásticas para que tenham uma melhor compressão e para que não se rompam após serem ingeridas. Mas, mesmo com todo cuidado, essas capsulas podem se romper e sabendo que apenas uma se abrindo, a "mula" poderá perder a vida em poucas horas. Muitos já perderam a vida durante este transporte ilegal. A polícia descobre que a droga foi ingerida por causa do nervosismo demonstrado pelos acusados.

Acusado de integrar quadrilha internacional de tráfico
Acusado de integrar quadrilha internacional de tráfico

O Piauí não está longe do narcotráfico. Na madrugada desta terça-feira, dia 07 de junho, um homem foi flagrado saindo do mato na Vila do Afegão, na zona Sul de Teresina, com quatro capsulas contendo cocaína. Os policiais fizeram abordagem e logo sentiram um mau cheiro que era do acusado que estava expelindo as capsulas. 

De acordo com a polícia,  com o acusado foram encontrados quatro cilindros de aproximadamente 10 gramas de cocaína. O suspeito engoliu os tubos e expeliu pelas fezes para não ser abordado.

“Nós estávamos fazendo rondas pela região e tivemos a malícia de desconfiar da postura dele. Ao abordamos nos deparamos com isso, ele não reagiu, estava muito calmo, ao detectarmos o teor da substância o transferimos para a viatura”, declarou o policial.

A polícia iniciou as investigações e quer saber quem contratou a "mula" do Piauí. 

"Mulas" do tráfico
"Mulas" do tráfico
Droga é colocada em latas de produtos comestíveis
Droga é colocada em latas de produtos comestíveis


Fonte: Portal Meio Norte