'Acabei com minha vida', afirma acusado de matar próprio pais em SP

"Eu estou arrependido. Eu acabei com a minha vida”, disse ele.

O jovem Gustavo Luis Ferracine, de 28 anos,  acusado de matar com faca e martelo, os próprios pais, na cidade de Sales Oliveira, em São Paulo, afirmou durante depoimento  que estar arrependido. 

"Eu estou arrependido. Eu acabei com a minha vida”, tentou se defender. Sob efeito de drogas, ele disse que iniciou uma briga com o pai, e sua mãe, ao tentar separar a briga, acabou atingida. "Ela tentou se defender. Tentou separar a briga”, acrescentou o acusado.

As vítimas, Sônia Roseli Corbacho Ferracine, de 49 anos, e Álvaro Ferracine Filho, 58, foram encontradas mortas dentro da própria casa por vizinhos que notaram o desaparecimento dos dois. O delegado responsável pelo caso, Clodoaldo Vieira Delgado, disse que Ferracine é toxicômano (uso habitual de entorpecentes).

A informação da própria família dá conta de que esse moço é toxicômano e já esteve internado recentemente em clinicas de tratamento. [Na casa] foram encontrados tubos que indicam o uso de entorpecentes”, afirmou.

Gustavo Ferracine foi preso em um motel. Segundo informações, os pais tinham conhecimento sobre o vício do filho.

Image title

Fonte: Com informações do G1