Jovem baleada e violentada em trilha está paraplégica

Jovem baleada e violentada em trilha em Matinhos (PR) está paraplégica

A jovem de 23 anos que foi baleada e violentada no morro do Boi, em Matinhos (litoral do Paraná), está paraplégica, de acordo com os médicos da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital Vita, em Curitiba, onde ela permanece internada.) Na ocasião do crime, seu namorado foi morto ao tentar impedir o ataque.

De acordo com os médicos, o estado de paraplegia não é definitivo, mas ainda não há como saber em quanto tempo ela voltará a andar. A jovem não sente e não consegue fazer movimentos com as pernas.

O estado de saúde da garota ainda é grave, por isso ela permanece na UTI, porém, já respira sem a ajuda de aparelhos e já pode falar. Ela deve permanecer na unidade enquanto tiver dificuldades para respirar. Um dos tiros atingiu seu pulmão. O outro, afetou a coluna cervical da jovem.

A jovem só poderá ser ouvida pela Polícia Civil quando receber liberação da equipe de psicólogos do hospital. Seu depoimento deve ajudar a polícia a elaborar um retrato-falado do criminoso.

Investigações

Imagens captadas por duas câmeras de segurança de ao menos dois prédios localizados próximo ao Morro do Boi estão sendo analisadas pela polícia para tentar visualizar algum suspeito de passar pela área nos dias que antecederam e também no dia dos crimes.

Um cão farejador também foi levado até o local para tentar identificar algum vestígio do criminoso, porém, nada de diferente do que a perícia encontrou foi localizado.

Uma camiseta também foi encontrada na terça-feira (3) que pode ter sido usada pelo criminoso. A camiseta bate com a descrição da usada pelo criminoso, feita pela garota ao ser socorrida no domingo. A peça está sendo analisada.

Mesmo com diversas frentes de investigação a polícia ainda não tem pistas de quem atacou o casal na trilha do Morro do Boi.

Fonte: AE