Jovem de 15 anos escapa após ver estupro de duas amigas

Ela contou aos policiais que o estuprador simulou estar armado ao abordá-las

A Polícia Civil de Piracicaba, a 162 km de São Paulo, divulgou nesta segunda-feira (26) o retrato falado de um estuprador suspeito de ter violentado três mulheres e matado duas delas no sábado (24). A única sobrevivente é uma estudante de 15 anos, que conseguiu fugir, e ajudou os policiais a fazer o retrato.

Segundo a polícia, as vítimas haviam sido atacadas por volta das 2h da madrugada, na rua Maria Mendes Tonin, em Serra Verde, quando voltavam juntas de uma festa no Jardim Alvorada. Aline Paschoal e Therezinha Gomes Barbosa morreram estranguladas por um homem não identifacado. O mesmo suspeito estuprou a adolescente.

A jovem de 15 anos contou aos policiais que o estuprador simulou estar armado ao abordá-las. Ainda, de acordo com a sobrevivente, ele sufocou as amigas, até que desmaiassem, e depois, a estuprou.

Em seguida, o homem e a estudante foram até um outro local, onde ele roubou o celular dela. Após um momento de distração, a jovem conseguiu fugir.

A estudante foi levada ao Pronto Socorro. O caso foi registrado na Delegacia Seccional de Piracicaba, onde está sendo investigado. Até o momento, nenhum suspeito foi identificado ou preso.

Segundo informações da Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo, o homem que atacou as jovens tem entre 20 a 24 anos, 1,78m de altura, é moreno e tem cabelos ondulados. No dia do crime, ele usava camiseta e bermuda laranjas.

Fonte: g1, www.g1.com.br