Jovem decapita namorada e escreve pedido de desculpas

Jovem decapita namorada e escreve pedido de desculpas

O corpo de Andressa Hann, 22 anos, foi encontrado pela polícia sem a cabeça na casa do suspeito.

Uma mulher de 22 anos foi assassinada e decapitada na segunda-feira em Imigrante (RS), no Vale do Taquari. Segundo o delegado José Romacir Reis da Delegacia de Polícia de Estrela, o companheiro da vítima, Gilson Alan Altmann, 26 anos, é suspeito de ter cometido o crime e teve a prisão preventiva decretada. Com um líquido vermelho - que a polícia não soube informar se seria sangue -, o suspeito teria escrito um pedido de desculpas na parede do local onde ocorreu o crime.

O corpo de Andressa Hann, 22 anos, foi encontrado pela polícia sem a cabeça na casa do suspeito, no centro da cidade. No local, foi apreendida a provável arma do crime, uma faca serrilhada de cozinha, suja de sangue. De acordo com o delegado, logo depois de ter cometido o crime, o homem fugiu depois de ter ligado para parentes contando o que havia feito. Os familiares então comunicaram o fato à polícia.

"Estão todos surpresos porque ele era considerado um rapaz calmo, tranquilo, sem sinais de que cometeria um crime nessas características", contou Reis.

Após denúncia de moradores, a cabeça da vítima foi encontrada em uma propriedade de Linha Erval, a cerca de 6 km de onde ocorreu o homicídio. No local também foi achada a moto do suspeito. A polícia acredita que ele esteja escondido em um matagal nessa região e faz buscas no entorno.

De acordo com o delegado, o casal estava junto há cerca de dois anos. Andressa seria garota de programa e o crime teria sido motivado por ciúmes. "Pelo que investigamos, ele gostava muito da guria e ela não queria largar a vida que levava. Queria estar com ele, mas também continuar se relacionando com os outros", explicou Reis.

Fonte: Terra