Jovem deficiente físico é torturado e morto por traficantes após ser confundido com bandido rival

Jovem deficiente físico é torturado e morto por traficantes após ser confundido com bandido rival

Agressão começou próximo à estação de metrô do Irajá

Um jovem com deficiência física foi torturado e morto por traficantes no Irajá, zona norte do Rio, que o confundiram com um bandido da facção rival. Segundo a família, Thiago Rangel Pires tinha ido com o pai até a região administrativa do bairro para resolver problemas com o título de eleitor. O pai o deixou no local e combinou que ele voltasse para casa assim que terminasse de resolver suas coisas.

Com a demora do rapaz, a família começou a procurar por ele, até que a tia dele, Vandenilda Rangel, descobriu o que tinha acontecido.

? Quando eu entrei no bar, perguntei para uma senhora se ela sabia de algum acidente por ali porque meu sobrinho estava desaparecido desde cedo. Ela perguntou como ele era e depois disse que tinham matado ele.

Testemunhas dizem que Thiago começou a ser agredido próximo a estação de metrô do Irajá, que fica perto da comunidade da Malvina, cuja facção é rival a do Jardim América, bairro onde o rapaz morava.

De acordo com a Vandenilda, o corpo do jovem foi encontrado com dois tiros no rosto, um tiro no peito, braço quebrado, queimado de cigarro e sem nenhum dos documentos que estavam com ele.

O caso foi registrado na delegacia de Irajá (38ª DP). A família se diz muito abalada e os pais do jovem dizem que ele era tranquilo e não tinha envolvimento com o tráfico. Ele quase não saia sozinho devido aos problemas de saúde.

Veja a reportagem:

Fonte: r7